sexta-feira, 29 de julho de 2011

terça-feira, 26 de julho de 2011

Reunião de Bacana: A maldição do samba...


Aconteceu assim: No princípio ela estava escondida na periferia, onde segundo alguns teve sua origem no Rio de Janeiro mas mais tarde acharam também traços fortes na Bahia e em São Paulo. Um vidente chegou a afirmar que ela poderia ter até origem de uma dança indígena. De repente começou a se espalhar e migrar da periferia para partes nobres das cidades. Tentaram acabar com seu feitiço, recorrendo a orações de rock, valsa, salsa entre outros mas mesmo agonizando ela sobreviveu. Alguns possuídos de radicalismo "sambístico" não resistiram e sucumbiram por não entender suas transformações. A este ponto era impossível controlá-la, e assim invadiu outros países como Japão, EUA, Alemanha e nenhum contra feitiço foi capaz de conte-la na sua propagação musical. Esta meus amigos é a maldição do samba.

ATLANTIC STARR - RADIANT (1980)



segunda-feira, 25 de julho de 2011

Ben É Samba Bom (1964)


O segundo LP de Jorge Ben Jor em 1964 é essencialmente uma continuação, em conteúdo e estilo, de Sacundin Ben Samba: sambas supersuingados e uma dose farta de bossa nova - Jorge chega a gravar Oba-lá-lá, sucesso de João Gilberto. A presença da bossa irá aos poucos se diluir no caldeirão rítmico do trabalho de Jorge em evolução e os indicadores do caminho futuro estão claros, sobretudo na deliciosamente hipnótica Bicho do Mato. A jazzísitica Descalço no parque e a animada Zop zope também trazem sinais visíveis do estilo-Jorge, enquanto Dandara, hei e Guerreiro do rei antecipam o Ben afro dos anos 70.


Retirado do Box Salve, Jorge!, Contracapa do álbum Ben é Samba Bom

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Participação Arnaldo King

Blog:Na Onda Do SambaRock



Rádio Cultura Black


Nesta Sexta,Dj Agogô,apresenta Programa Cultura Rap,
na Rádio CulturaBlack às 21 horas,participe do nosso chat,
fale comigo lá!
Participação Especial Arnaldo King!

terça-feira, 19 de julho de 2011

Rádio Nostalgia


Outra rádio que gostaríamos de recomendar é a Nostalgia. Com muita música boa, o pessoal da Rádio Nostalgia tem um esquema diferente da Cultura Black. Você acessa o site e curte o programa do começo. Então se você não consegue ouvir algum programa por causa do horário aqui na Cultura Black, lá na Nostalgia você não tem desculpa...
Os programas são muito bons. Destaque para o programa da Rapaziada Negro É Lindo e da equipe Morenália. É mais uma que vale a pena dar uma olhada. Então, entra aí: www.radionostalgia.com.br

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Sacundin Ben Samba (1964)


Em 1964, a bossa nova estava começando a tomar novos rumos, dividida entre os que cultuavam sua forma cool e limpa e os que buscavam "sujá-la" com as raízes populares do Brasil. O próprio país mudava com o golpe militar, iniciando 20 anos sem direitos civis que marcaram a cultura e a música de duas gerações. Impulsionado pelo enorme sucesso de seu álbum de estreia, Jorge Ben Jor seguia adiante, ele mesmo, seu próprio estilo musical. Esta segunda coleção de composiçõessuas não rendeu sucessos estrondosos como Samba Esquema Novo, mas deixou bem claro (graças a uma sutil, mas eficiente, mudança na mixagem) o coração do trabalho de Jorge - a locomotiva rítmica de seu violão de cordas de aço brilhando, fulgurante, em faixas como CapoeiraA princesa e o plebeu Jeitão de preto velho.

Retirado do Box Salve, Jorge!, Contracapa do álbum Sacudin Ben Samba

terça-feira, 12 de julho de 2011

Parabéns mestre Almir Guineto


Fruto dos bons momentos do pagode brasileiro Almir Guineto aniversaria hoje. Referência nas rodas de samba do Brasil, quando o assunto é partido alto todos param para ouvir seu refrão. Almir é uma das referências de um dos bons momentos do samba brasileiro através do pagode criado no Cacique de Ramos. Hoje no dia de seu aniversário o Ecos vem prestar esta pequena homenagem afinal este conselho é para te ver feliz. Parabéns pelos seus 65 anos de existência, nosso samba merece respeito.



Fonte: Ecos do Teleco Teco

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Samba Esquema Novo (1963)


O primeiro álbum de Jorge Ben Jor aterrisou na música brasileira como um objeto não identificado. O padrão estético era o da bossa nova: cool, complexo e civilizado. Era o ano de "Samba do Avião", "Garota de Ipanema", "Só danço samba", "Samba em prelúdio", "Marcha da Quarta-Feira de Cinzas". Também era o ano de "Parei na contramão", mas isso só faria sentido algum tempo depois. Filho de sambista e fã de rock'n'roll, Jorge trabalhava na noite no Beco das Garrafas, berço da bossa nova, mas também animava festinhas de iê-iê-iê no Catumbi e na Tijuca. Duas composições suas - Mas que Nada e Por causa de você, menina - já tinham sido lançadas num 78 rotações de boa receptividade comercial, mas massacradas pela crítica como "infantil" e "primitivo". Tratamento idêntico foi reservado a Samba Esquema Novo, onde o violão percussivo de Jorge e sua voz peculiar desenhavam mesmo um novo esquema para o samba, meio maracatu (como ele diz em Mas que nada), meio afro, meio rock. Com seus colegas de Beco, Copa 5, como banda de apoio, Jorge apresenta 12 composições, seis das quais se tornariam sucessos e, mais tarde clássicos: Mas que nada (que seria em breve gravada por Sérgio Mendes e seu Brazil 66), Balança Pema, Chove Chuva, Vem, morena, vem, Menina bonita não chora e Por causa de você, menina. Não importava que os críticos dissessem que Jorge "não sabia tocar violão", Samba Esquema Novo vendeu cem mil cópias em duas semanas, fato inédito na época.

Retirado do Box Salve, Jorge!, Contracapa do álbum Samba Esquema Novo

Deborah Cox – Club RnB Mixtape

Deborah Cox (13 de julho de 1974, Toronto, Ontario) cantora e atriz.
Sua música Nobody’s Supposed to Be Here, de 1998, foi recorde em duração como “single N. 1″ da Hot R&B/Hip-Hop Songs chart, da Billboard (14 semanas), um recorde que durou por quase oito anos, até que a música Be Without You, de Mary J. Blige, ocupou por 15 semanas o primeiro lugar em 2006. 

Deborah Cox – Club RnB Mixtape
Deborah Cox – Who Do U Love
Deborah Cox – Sentimental
Deborah Cox – It Could’ve Been You
Deborah Cox – Just When I Think I’m Over You
Deborah Cox – My Radio
Deborah Cox – Oh My Gosh
Deborah Cox – Like I Did
Deborah Cox – Love Is Not Made In Words
Deborah Cox – Just Be Good to Me
Deborah Cox – Up & Down (In & Out) – Original
Deborah Cox – Up & Down (In & Out) – Allstar Remix
Deborah Cox – Who Do U Love – Morales Mix
Deborah Cox – Things Just Ain’t The Same – Dance Remix

sábado, 9 de julho de 2011

Assista o documentário sobre Jorge Ben Jor


Olha só o que a rapaziada do SRNV (Samba Rock Na Veia) postou no site deles:
"Essa semana nossa equipe sugere o documentário musical Mosaicos A Arte de Jorge Ben Jor, que foi veiculado no programa Mosaicos da TV Cultura. Assisti-lo é uma forma de conhecer a história do artista e o nascimento do Samba Rock."

Dirigido por Nico Prado e com narração de Rolando Boldrin, as imagens foram retiradas, em grande parte, do arquivo da emissora.  Mas têm gravações inéditas, como o depoimento de Bebeto e Nereu.
Durante o filme, SambaSonics, Farufyno, Rappin Hood e Placa Luminosa fazem releituras de alguns clássicos de Ben Jor. Bebeto e Nereu interpretam músicas comoChove Chuva e Mas, Que Nada.
O documentário está disponível no YouTube e foi dividido em cinco partes. Fica a dica.
Jorge Ben Jor – Parte 1
Jorge Ben Jor – Parte 2
Jorge Ben Jor – Parte 3
Jorge Ben Jor – Parte 4
Jorge Ben Jor – Parte 5

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Rádio Cobra Negra


Se você gosta da programação da Cultura Black, provavelmente também vai gostar da programação da Cobra Negra. A rapaziada de lá também manda muito bem. Da Black Music Comunidade, a BMC. Todo dia um programa muito bem feito.

Entra aí: www.cobranegra.com.br

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Em breve...




Em breve, a Equipe Cultura Black estará postando algumas coisas de seu antigo blog. A coluna 'Do Arquivo da Black" estreiará na próxima segunda (11/07), com a volta do Especial "Simplesmente Jorge", que contará a história de alguns álbuns de Jorge Ben Jor.
Essa coluna será semanal e sempre trará o melhor do arquivo do nosso blog.

As últimas do blog do DJ Agogô